quinta-feira, 10 de março de 2016

Apresentação do Poeta Pedro Torres no Balaio Cultural de Tuparetama.



Apresentação do Poeta Pedro Torres no Balaio Cultural de Tuparetama.

Sábado, dia 05 de março eu me apresentei no Balaio Cultural de Tuparetama. É o primeiro vídeo de uma série que irei postar de declamações aqui no Youtube.

Se você gostar desse vídeo clica em gostei e se inscreve no canal pra receber em primeira mão as novidades que estou preparando.

Versos declamados:

Em quem vive de aparências,
Sinceramente, eu não creio!
Que ninguém chega à nobreza
Trajando um caráter feio
E alguém só sabe aonde vai
Quando sabe de onde veio!

Tempos idos

Já sorri, já estive apaixonado...
Viajei, conheci terras distantes...
Desvendando o segredo das quimeras
E a pureza insensata dos amantes.

Como todo poeta sonhador
Tive os sonhos mais altos, deslumbrantes.
E aprendi no pulsar das primaveras
Que nenhuma estação é como antes.

Neste mundo em que tudo se renova
E a igualdade se alcança numa cova
Qualquer fase difícil se atravessa...

Por mais dura que seja a realidade
Não tem nada melhor que uma saudade
Pra mostrar que esta vida não quer pressa!

Recife, 10 de julho de 2015.

Ausência

Posso bem nunca mais te procurar
E viver sem você... Perfeitamente!
Na saudade, ficar indiferente;
Esquecer de esquecer, ou de lembrar.

Tanto faz, se eu tiver que me afastar;
Não viver nosso amor completamente...
Mas, negar tudo que meu peito sente,
Pra mim mesmo, é difícil de negar.

Pode ser que distante dos teus braços
Eu me esqueça de vez dos teus abraços
No apagar-se da luz dos meus sentidos...

Posso até repetir o mesmo "Não"
Mas, não posso calar meu coração
Que as paredes da alma têm ouvidos!

Recife, 30 de novembro de 2013.

Um cheiro na alma, valeu!!