sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Vingas

Sou repleno de mim por ter raízes
Neste solo fecundo da humildade
Onde as flores bonitas da amizade
São esteio dos dias meus felizes

Se minh'alma carrega cicatrizes
Dos espinhos cruéis da falsidade
Não me cabe julgar quem tem verdade
Pela sombra de folhas infelizes

Vão-se os dias, também as estações
E com o tempo se fecha os machucões
No caminho do golpe derradeiro

Cada parte de mim que planta o bem
Sem migalhas, nem húmus de ninguém
Agradece, florindo, ser inteiro!

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...