segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Saudade tem cor de giz Riscado num quadro escuro

Saudade tem cor de giz
Riscado num quadro escuro
São riscos brancos de luz
Iluminando o futuro
Que o apagador nunca apaga
A dor de um fim prematuro.

Pedro Torres

2 comentários:

  1. Linda sextilha!!! Bom encontrar poetas que fazem poesia assim... Bonita (apesar do fim prematuro) expressão de saudade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Mara, é muito bom receber tua visita e sabes disso. E ser lido por quem lê além das palavras como você faz é maravilhoso. Um abraço enorme, valeu!

      Excluir

Direito à Réplica Poética...