quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Saudade

A poesia mais bela sempre aflora
Das raízes do nosso sentimento
Quando as flores do nosso pensamento
São regadas na lágrima ...e ela chora!

Cada gota de pranto ...revigora
A roseira do amor, e o desalento
Vai na brisa inventada pelo vento
Carregando a saudade mundo afora...

Tua ausência de mim, nunca é completa
Porque parte de mim Deus fez poeta
Pra cantar essa falta que me habita

E apesar da tristeza e todo o efeito
Dentre todas que habitam o meu peito
És a minha saudade mais bonita!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...