segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Metades

Quem tem medo de amar e não se apega
Perde a parte melhor que tem na vida
Porque a flor só nos fere na partida
Se não for verdadeira, nossa entrega.

Se a roseira do sonho ninguém rega
Só nos resta no espinho ter ferida
Que é possível negar a dor sentida
Mas, ao próprio sentido ninguém nega.

E, no amor, pra metades serem dois
É preciso, antes, ser inteiros, pois
Dois inteiros não faz-se de metade

Mas, sem ti a minh'alma é incompleta
Porque Deus fez metade em mim poeta
E fez outra metade de saudade.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...