sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Segue em paz, o rei Reginaldo Rossi.

O nordeste, o brasil, senão o mundo
Perdeu hoje um gigante 'astro rei'
Como fã eu jamais esquecerei
Do poeta do brega mais profundo.
Coração de poeta é vagabundo
Quando dele um amor vem tomar posse
Se você conheceu talvez endosse
Porque amor tem do quente, frio e morno
Que partiu dessa vida mais um corno
Segue em paz, o rei Reginaldo Rossi.

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...