segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Idas e Vindas (Paráfrase)

Dei-te, amor, os teus sonhos mais bonitos
Sob um leito de plumas e carinhos
Nos amamos quer ver dois passarinhos
Numa nuvem vestida de infinitos.

Hoje, dois corações vivendo aflitos
Vão tentando encontrar-se em outros ninhos
Se perdendo nas curvas dos caminhos
Abafando em silêncios, nossos gritos.

Dos enredos que findam sem motivos
Em plurais de pronomes possessivos
Nossos ímpares formam ...como pares.

De saudades minh'alma agora chora
Porque sabe que a dor só vai embora
Se algum dia, vencida, ...tu voltares!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...