quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Seu triunfo é passageiro Sua glória, muito breve

Seu triunfo é passageiro
Sua glória, muito breve
Não há razão pra arrogância
Que a vida é um floco de neve
Que o tempo derrete tudo
E a gente paga o que deve!

Quando as viçosas flores
De um querer que não se quis
São regadas com vaidades
E adoecem na raiz
Não tem adubo no mundo
Que faça você feliz!

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...