segunda-feira, 9 de setembro de 2013

você pode plantar o que quiser Mas, só colhe a semente que plantou

Tua fala ridícula não me assusta
Nem um pouco, pra lhe ser bem sincero
E também, não é de hoje que eu lhe espero
Pra saber, ter saudade, o quanto custa.
Mas, comigo, você tem sido injusta
Que não sabe sequer como eu estou
E você deu motivos, mas não vou
Consertar impaciência de mulher?...
"E você pode plantar o que quiser
Mas, só colhe a semente que plantou."

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...