domingo, 15 de setembro de 2013

Vi dois brilhantes cravados Num oceano de luz.

Nas minhas noites escuras
Buscava encontrar sentido
Pr'esse meu peito abatido
Curar-se de antigas juras...
E, remendaste as fissuras,
Dos sonhos meus andaluz
Co'os encantos que possuis.
E nos teus olhos, minados
Vi dois brilhantes cravados
Num oceano de luz.

Pedro Torres

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...