domingo, 8 de setembro de 2013

Segurei bem nos fios da lembrança Pra saudade de nós poder ficar.

Nosso amor "pouco a pouco" esfarelava
Pela angústia da falta de um abraço
Que a distância tomava todo o espaço
Que era aberto se a gente se afastava.
E quanto mais a saudade maltratava
Mais difícil pra nós se segurar
Como quem não quer ir, pra não voltar
Agarrado a uns fiapos de esperança
"Segurei bem nos fios da lembrança
Pra saudade de nós poder ficar."

Pedro Torres
Mote de Mariana Véras
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...