quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Primaveras

Primaveras nem sempre nos dão flores
Pois, há quatro estações para o jardim
E os floristas não sabem 'tempo ruim'
Porque aprendem zelar por seus amores.

Eu não ligo, também, pros 'torcedores'
De plantão ...aguardando o nosso fim
Porque canto o meu pranto, tudo, enfim
E não devo a ninguém das minhas dores.

Reclamamos, contudo, das ausências
Porque as vezes colhemos das essências
Que a saudade (semente) nos cultiva.

E esperamos, com fé, vir nosso tempo
Que pra Deus não existe contratempo
Que assassine ...uma chama Sua viva!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...