domingo, 15 de setembro de 2013

Não deixei de sofrer apenas guardo A tristeza por trás do meu sorriso

Quem só vê o sorriso no meu rosto
Não percebe a tristeza no meu peito
E nem sente, nas vezes que me deito
D'uma lágrima que cai, o mesmo gosto.
Mais ninguém, 'sabe a cor' do meu desgosto
Nem se o meu coração vive indeciso
Dividido entre o inferno e o paraíso
Carregando sozinho este meu fardo
"Não deixei de sofrer apenas guardo
A tristeza por trás do meu sorriso."

Da saudade que chega "de mansinho"
Felizmente, eu conheço os seus sintomas
Vez por outra magoa-me os hematomas
E me faz por implorar por seu carinho.
Mas, um riso forçado é tão mesquinho
Na lembrança que toca no juízo
Que até tento fingir que não preciso
Simulando um sorriso enquanto ardo
"Não deixei de sofrer, apenas guardo
A tristeza por trás do meu sorriso."

Pedro Torres
Desconheço o autor do mote.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...