quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Comecei sentir saudade Da saudade que eu sentia.

“Como um rio que secou”
No silêncio do meu peito
Nunca mais tive o direito
De esquecer quem me deixou.
Tenho ainda o que ficou
Na nossa fotografia
Lembrança de um outro dia
E, hoje, a triste realidade
Comecei sentir saudade
Da saudade que eu sentia.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...