domingo, 29 de setembro de 2013

Amor

Espera vã de ver-te uma alma boa!
Como quem, de esperar milagre ...ímãs
De dor ...restasse n'outras tantas lágrimas
Por alguém, que somente nos magoa.

Como a vespa que com ferrão ferroa
E guarda o ferrão para, novamente,
Causar-nos dor ...de modo tão indiferente
Que o perdão fere e corta a quem perdoa.

Sem pudor ...ou sem nada que lhe valha
Agir simples, de quem da dor gargalha,
Como se inerte em si ...da mesma dor.

Se amor doesse... Quem lhe causaria,
Se, assim, soubesse a dor que sentiria
E se entregaria ainda ao mesmo amor?

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...