sábado, 17 de agosto de 2013

E vira um barco sem bússola Sem vela, e ao sabor do vento.

É triste ficar sorrindo
Quando é puro fingimento
De alguém que perde a razão
Nas coisas de sentimento
E vira um barco sem bússola
Sem vela, e ao sabor do vento.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...