sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Colegial

Apagados dos cadernos
Antigos traços de dor
Na nova caligrafia,
Escrita em lápis de cor,
Pintamos a nossa história
Com as quatro letras de amor.

Que o mundo foi professor
Na matéria do segredo
Nós escrevemos coragem
Nas linhas tortas do medo
E, no nanquim da verdade,
Grifamos o nosso enredo.

O verão terminou cedo
E pôs fim ao nosso enlace.
Nós de castigo ficamos
À esperar que o tempo passe
Quase mortos de saudades
Os dois primeiros da classe.

Esperamos que acabasse
O intervalo do recreio
Pra sermos no amor felizes
Sem esse amar com receio
De que viesse a distância
Se enveredar pelo meio.

Depois do período feio
De uma prolongada espera
Nosso amor foi colorido
Nós dois vencemos a fera
Acabou-se a noite escura
Decretou-se a primavera!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...