segunda-feira, 8 de julho de 2013

Um amor sangrando em meu peito Com algum esforço eu mantenho

Um amor sangrando em meu peito
Com algum esforço eu mantenho
E ouvindo promessas falsas
Há algum tempo eu já venho
Mas, chega a hora do não
Que ilusão por ilusão
Eu fico com a que já tenho

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...