segunda-feira, 1 de julho de 2013

Dessa sua indiferença Faço um cabedal de sonhos

Dessa sua indiferença
Faço um cabedal de sonhos
Que até se forem medonhos
Sendo seus inda compensa...
Fortaleço a minha crença
Por estar mais conciente
Que o que existe entre a gente
É coisa que não tem pressa
E um grande amor recomeça
Do passado pro presente.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...