terça-feira, 2 de julho de 2013

Página

Reunindo alguns versinhos antigos que irão compor meu livro de poesias, organizei alguns por uma sequência lógica e temporal.

Espero que gostem e comentem. Valeu!

SE PUDESSES AGORA VER MEU ROSTO
COM A LÁGRIMA DESCENDO PELA FACE
DESSE VERSO DE AMOR QUE ORA NASCE
SENTIRIAS, QUEM SABE, O MESMO GOSTO
DESSE SAL QUE SALGA O MEU DESGOSTO
COMO FOSSE O QUERER NÃO MAIS QUERER
POR TENTAR, E TENTAR LHE ESQUECER
QUE TENTEI LHE ESQUECER, MAS ESQUECI
QUE O AMOR MAIS BONITO QUE VIVI
JÁ NASCEU PROGRAMADO PRA MORRER.

IMPEDIDO DE AMAR QUEM MAIS AMEI
MACHUCADOS, OS NOSSOS CORAÇÕES
SE PERDERAM NA ROTA DE ILUSÕES
DE PASSADOS QUE NUNCA ESQUECEREI
E ESSE AMOR QUE EU MESMO ASSASSINEI
VEZ POR OUTRA INDA LEMBRA-ME OS CARINHOS
QUE MUDARAM DE VEZ NOSSOS CAMINHOS
E FECHARAM PRO AMOR AS NOSSAS PORTAS
HOJE AS  FLORES SONHADAS ESTÃO MORTAS
NUM JARDIM DE ESPERANÇAS SEM ESPINHOS.

FOI BONITA A HISTÓRIA DE NÓS DOIS
PRA FALAR A VERDADE AINDA RENDE
QUE NO PASSO DO TEMPO A GENTE APRENDE
QUE A HISTÓRIA É ESCRITA SÓ DEPOIS
TE ENCONTREI TÃO BONITA E AINDA SOIS
SOMOS PARTES DE UM TODO DESIGUAIS
DO VIVIDO DEIXAMOS LÁ PRA TRÁS
ALGUNS VERSOS TROCADOS NUM SONETO
UM RETRATO TIRADO EM BRANCO E PRETO
E A SAUDADE A DIZER QUEM AMOU MAIS

PRESERVEI NOSSO AMOR NESSE MEU PEITO
JÁ CANSADO DE MUITAS FRUSTRAÇÕES
DE CAMINHOS INÚTEIS DE ILUSÕES
E DE AMORES FORJADOS ,COM DEFEITO.
QUE A ESPERANÇA POR VEZES TEM EFEITO
BEM CONTRÁRIO ÀS ORDENS DA RAZÃO
NOS DÁ RAIVA NA MESMA PROPORÇÃO
DO ORGULHO QUE ÀS VEZES INGERIMOS
MAS, O MUNDO DE AMOR QUE CONSTRUÍMOS
NÃO SE ABALA EM QUALQUER COISINHA NÃO.

ESPEREI MUITO TEMPO QUE A SAUDADE
PELA FORÇA DO AMOR NOS REATASSE
QUE A REPRESA DOS OLHOS SE SANGRASSE
PRO DESÁGUE PERFEITO DA VONTADE...
NUNCA HOUVE ENTRE NÓS QUALQUER MALDADE
FORA O TEMPO DEIXADO PRO DEPOIS
QUE A DISTÂNCIA QUE A VIDA NOS IMPÔS
FEZ DE LÁGRIMA "ESSE RIO" QUE CHOREI
E NA BARRAGEM DO PEITO REPRESEI
SENTIMENTOS GUARDADOS DE NÓS DOIS

AGUARDANDO PASSAR A TEMPESTADE
VI MEUS SONHOS DESCENDO A RIBANCEIRA
MAS, QUEM VIVE NO AMOR A VIDA INTEIRA
SOBREVIVE AS MUDANÇAS COM VONTADE.
QUANDO AS "ÁGUAS SALOBRAS" DA SAUDADE
DESAGUARAM NO LEITO DE UM DEPOIS
VI NA SORTE QUE A VIDA NOS PROPÔS
NOS QUERER CARREGAR, MAS, SEGUREI
E NA BARRAGEM DO PEITO REPRESEI
SENTIMENTOS GUARDADOS DE NÓS DOIS.

TE ESPEREI, ESPERARIA, E INDA ESPERO
TODO TEMPO QUE A VIDA DEMANDAR
E SE DE NOVO NO ACASO EU TE ENCONTRAR
TE DAREI MEU ABRAÇO MAIS SINCERO.
SEMPRE QUIS, QUEREREI, E INDA QUERO
TEU CALOR FAZER CASA EM MEU ABRAÇO
E NÃO HÁ NADA QUE AFROUXE O FORTE LAÇO
DE UMA HISTÓRIA DE AMOR QUE RECOMEÇA
"ACONTECE QUE A HISTÓRIA NÃO TEM PRESSA
E O AMOR SE CONQUISTA PASSO A PASSO..."

TUAS JURAS DE AMOR DE FALSIDADE
SIMULANDO UM AMOR PRA TER CARINHO
ESCONDENDO DA FLOR O VIL ESPINHO
SIMPLESMENTE, POR UMA VAIDADE
SE HAVIA EM VOCÊ QUALQUER VERDADE
ELA ESTAVA ENCOBERTA PELO LODO
EU CAÍ NAS GARRAS DESSE ENGODO
PROCURANDO ENCONTRAR UMA VIRTUDE
DEPOIS QUIS PERDOAR-TE MAS NÃO PUDE
POIS MENTISTE PRA MIM O TEMPO TODO

DAS HISTÓRIAS DE AMOR E SENTIMENTOS
HÁ AQUELAS QUE MARCAM, VIRAM HISTÓRIA
MAS, NEM TUDO NA NOSSA TRAJETÓRIA
É COMPOSTO DE APENAS BONS MOMENTOS...
SE TEM RISOS TAMBÉM TEMOS LAMENTOS
NESSA VIDA TÃO BREVE, E O TEMPO VOA
PRA GASTAR COM QUALQUER COISINHA À TOA
EM LEMBRANÇAS DE AMOR DE ANTIGAMENTE...
SE O PASSADO VOLTASSE CERTAMENTE
NÃO VOLTAVA SOMENTE A PARTE BOA

NUMA ANÁLISE SINCERA DOS PEDIDOS
PELA MARCA INVENCÍVEL DA DISTÂNCIA
PERCEBEMOS FALTAR A SUBSTÂNCIA
PRO PERDÃO DE ALGUNS CRIMES COMETIDOS
RECLAMAMOS, TAMBÉM, SERMOS VENCIDOS
PELO ORGULHO COVARDE QUE MALTRATA
CADA GOLPE QUE A SORTE NOS DESATA
MARCA MAIS NOSSO PEITO JÁ CARENTE
SE O PASSADO VOLTASSE PRO PRESENTE
MATARIA A SAUDADE QUE NOS MATA!

DAS ESTRADAS DE AMOR PELA METADE
DESLIZEI NUMA CURVA E FEZ UM "S"
CERTAS COISAS A GENTE NUNCA ESQUECE
E ESSA CURVA TEM NOME DE "SAUDADE"...
SE PEQUEI POR COBRAR FIDELIDADE
FOI POR CAUSA DE ALGUNS PECADOS TEUS
"SE JESUS PERDOOU OS FARISEUS,
QUEM SOU EU PRA JULGAR OS TEUS DESLIZES?"
HOJE GUARDO NO PEITO AS CICATRIZES
E O FUTURO DE NÓS QUEM SABE É DEUS

O SILÊNCIO ENTRE NÓS COMPÕE A PAUTA
DE UM AMOR QUE NÃO MORRE É INFINITO
AO LEMBRAR-ME DO TEU OLHAR BONITO
A SAUDADE ME GRITA NA VOZ ALTA
SINTO MUITAS SAUDADES, SINTO FALTA
DE VOCÊ ALEGRANDO OS DIAS MEUS
TANTAS VEZES DISSEMOS UM ADEUS
SEM PODERMOS VIVER NO AMOR FELIZES
HOJE GUARDO NO PEITO AS CICATRIZES
E O FUTURO DE NÓS QUEM SABE É DEUS

DECIDI NÃO QUERER MAIS NEM SABER
DE TENTAR ESQUECER QUEM ME ESQUECEU
TER CERTEZA DE AMAR JÁ ME VALEU
POR MILÊNIOS VIVIDOS SEM VIVER.
SE NEM TUDO NA VIDA É SÓ QUERER
NESSE CASO, NÃO CABE O SOFRIMENTO
E COMO VOU CONDENAR UM SENTIMENTO
QUE INDA INSISTE EM MORAR NESSE MEU PEITO
QUE EU TENTEI ME ESQUECER SEM ACHAR JEITO
DE ESQUECER NEM QUE SEJA UM SÓ MOMENTO?

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...