segunda-feira, 29 de julho de 2013

Coitado do passarinho Que perdeu sua passarinha

Não tenho ciúme algum
E se por acaso tivesse
Confesso que não diria
Porque também acontece
Da gente sentir ciúme
De gente que não merece.

Coitado do passarinho
Que perdeu sua passarinha
Depois que ficou sozinho
E ela ficou sozinha
Nem ele volta pro ninho
Nem ela nele se aninha.

Pedro Torres.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...