terça-feira, 18 de junho de 2013

Pelo amor fui condenado Sem ter direito a perdão

Pelo amor fui condenado
Sem ter direito a perdão
Levado ao banco dos réus
Sem caber apelação
Tudo por causa das juras
De um bandido coração!

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...