quinta-feira, 13 de junho de 2013

O amor...

Todo amor é correspondido. Se vinga ou não nessa existência não importa. O amor quando você o encontra, não se separa mais. É um vazio que preenche a vida, são dias em branco descoloridos, e ainda guardam algo de cor. É dor que dói e se sente deveras, e sente, é amor que não se deixa rir ou doer. é um dia que se espera, é um olhar que se imagina, é o comunicar-se de almas. e sem temor, que não faz parte, não há receio de que nada possa no amor interferir. é vontade, sem vontade, é metade da metade. é o inteiro sempre, com saudade....

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...