terça-feira, 11 de junho de 2013

Em meu peito uma roseira Com espinhos de ingratidão

Em meu peito uma roseira
Com espinhos de ingratidão
Causou-me muitas feridas...
Nas pétalas da ilusão
Mas, por ter raízes fortes
Já cicatrizam meus cortes
E as flores são de perdão.

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...