sexta-feira, 28 de junho de 2013

CÂNTICO DO DIA

No pomar do mundo nasce a flor do dia
Na casta nudez de um sol trasparente
Só não brilha mais que a poesia
Pois lua nenhuma venceu o repente

A ponta da asa no mar logo sente
A linda gaivota que voa sombria
Como um beija-flor sugando contente
Acordes de amor da flor melodia

Com tinta de paz a nuvem pintada
Parece uma santa ou parece fada
Guiada no céu com asas de ar

E o sol baixando tocando o horizonte
Deseja de vez pular dessa ponte
Pra se refrescar nas águas do mar.

Adriana Sousa
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...