quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A Carta

Nesta carta quero dizer-te
O quanto sinto a sua falta
O quanto o vento é forte e frio
Quando estou sem você...

Que és tu a minha alegria
A frase exata que me diria
Sentir o calor do ar que te rodeia
Bem no ponto de partida
De onde tudo ora inicia
Mais cedo do que nos tarda

Porque é com amor que se segue
À estrada virtuosa da felicidade
Pois quando lá no porto de chegada
Pesaremos as nossas vidas
Que somente a nós nos é devida
E receberemos cada um sua medida

Vamos sem medo de sermos felizes
Vamos deixar o amor acontecer
Vamos deixar com o tempo as cicatrizes
Vibrar de emoção e vida a cada amanhecer.
Vamos...

Pedro Torres
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direito à Réplica Poética...